quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Dividir

Dividir: v.t Partir ou separar em diversas partes; desunir; apartar.


Dividir, é dormir numa cama com 1,20m e só aproveitar 50 centímetros para que a tua irmã tenha 70 para dormir. Dividir é dormir menos para que os outros desabafem contigo. Dividir é ir dormir calada para que ninguém sinta o que sentes, para que não dividas dor e dúvida.
Dividir é dar e receber, dividir é como diz ali, desunir algo, partilhar as suas partes, criando dois benificiários. Então, dividir, é ter €1,50 e pagar o café a alguém, deixando assim de beber o segundo. Dividir é isso mesmo, é  esquecer o seguinte enquanto existe divisão. Dividir é distribuir por ti e por mais, tudo o que tens e não tens. Dividir é dar, dar o que é só teu, para que passe a ser só nosso. E estas divisões, não são divisões banais, são divisões conscientes e humanas, são divisões necessárias à rota terrestre - à minha rota terrestre.

Dividir
Dividir é também dividir a dor; dividir é não contar ao teu irmão que a vossa mãe está desempregada, para que ele não tenha que lidar com esse facto juntamente com a sua vida atarefada e problemática. Isso para mim, é dividir, dividir o mal por menos aldeias. 
Dividir é ter heterónimos e fugir com eles do que não queres. Logo, é deixar a política quando na conversa está alguém básico, para pensar antes na ciência das árvores que agora se tornam carecas e deixam cair folhas em sinal de fraqueza. É deixar os sentimentos de lado quando existe conflito para que dividas mais paz, do que guerra. Dividir é isso, para mim é exactamente isso. É dividir o que sou por quem sou. Dividir é isto, é confuso.
Dividir, também é dividir quando ensinas, quando transmites o que sabes, ensinas e esclareces. Dividir é dar. É ficar com parte e dar o que sobra. Dividir é dar, é sempre dar.


É dividir-me em mil para sentir em mil; dividir-me em mil para ver em mil. É dividir-me, para aproveitar mais ou menos de cada aspecto.
Dividir é guardar segredos para que alguém durma mais descansado ao fim da noite; é não dizer o que tens entalado na garganta para que a pessoa do lado aprenda a viver - porque neste meu aspecto de visão, só aprende quando errar; deixando assim que erre, mesmo que a ti te doa ver o processo e te vá doer ajudar na recuperação. Dividir é isso, dar de ti ao do lado, seja ele em café, dinheiro, cama ou sentimentos. Dividir é gerir, e nesta divisão é raro que existam partes iguais.


Nada é eterno. O café esfria, o cigarro apaga, as pessoas mudam.

E tu, já dividiste hoje?


Beijinhos,
She versus Say

1 comentário:

  1. Moça... és talentosa! Gosto da tua cabecinha. Mantém-te assim!

    ResponderEliminar

Conta-me histórias tu também !