domingo, 22 de julho de 2012

Sexo | Amor

Meia dúzia de vozes juntam-se, e mais uma vez não escapando à regra, cai em sexo. Ora pois claro! Esta malta é toda doida, mas depois a perversa incurável sou eu!

Falava-se de amor, de borboletas na barriga e olhares apaixonados. De como é bom ter uma alma estável ao nosso lado, que nos atura as patites de nível grave. De como é bom amar.
Logo de seguida segue-se o tema sexo, na sua essência. A junção de corpos e vontades comuns, o acto sexual em si.
Meia dúzia de bitaites atirados, e chega o real debate, o que quero partilhar aqui. 


As teorias eram algumas, mas resumi tudo nestas:
 

"Eu só faço sexo"
R1: É, tu és um campeão! 0% sentimentos, é à bruta, com força e sempre a aviar!
R2: (Gargalhadas) Ela tem razão! Todo tu és só kamasutra e one night stands.
R3: Engatatão do c*r*lh*.



"Eu só faço amor"
R1: Opá cala-te, tu és comprometida, e estás lamechasmente apaixonada;
R2: Quero-te ver solteira, a ver se só fazes amor!
R3: (Gargalhada) Mas espera lá, fazes amor e nascem corações?!



"Vocês são é todos parvos, bom é sexo com amor"

Houve conversa, mas este foi certamente o remate.
O defensor da primeira teoria teimou na razão dele; não há amor, apenas há sexo, suor e palmadas. Eu cá continuo a achar que há-de chegar o dia em que ele fica de beiço por uma gaja pior que ele, que o faça perceber que afinal, as relações humanas não são preto no branco.
A defensora de segunda acho que no fim lá percebeu. Ela e o namorado estão de facto em pelo auge de paixão; embora creia que de facto muitas vezes fazem o amor... Não acredito que não se arrisquem a fazer algo mais animal de vez em quando. Mas isso é a vida deles, quem sabe. (?)
O resto da malta concordou, de facto. Notou-se muito aqui a disparidade de solteiros vs. comprometidos, homens vs. mulheres; uns que só praticam sexo por saciar necessidades, outros que o fazem porque é a única maneira de estar que têm - sem compromissos, outros que procuram amor, outros que procuram sexo, outros que procuram a junção, a mítica junção.

A verdade é que ninguém está como está por muito tempo. Talvez da próxima vez que este assunto for focado, os engatatões estejam embeiçados e a achar que o amor existe; e os agora apaixonados queiram tudo menos compromissos. A vida muda, o lado tabu de cada um muda com ela.



Beijo,
Jane.

8 comentários:

  1. é realmente o que acontece, mas tb tou a espera de um dia que o sexo seja diferente, sexo com amor... e poe etiquetas de reacção pra gente deixar uns likes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não és só tu que estás à espera, acredita.

      Etiquetas postas, bem vinda :)

      Eliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A conclusão a que pelo menos tenho chegado é que amor, de facto, trás todas as vertentes e mais algumas. Tanto de paixão, como de amor, desejo, etc etc. Mas neste tema foi diferente, foi lá está, utilizar sexo com amor, ou amor com sexo? Ou ainda, sexo como uma maneira desprendida de responder e satisfazer necessidades ditas fisiológicas. Daí termos posto esta questão. Confrontámos apaixonados e engatatões. Foi... Separação de factores, I guess... Anyway, concordo.

      Eliminar
  3. Deixa lá. Daqui a uns anos (não muitos) é completamente indiferente.

    ResponderEliminar
  4. Há de ser sempre um tema "polémico", este.

    ResponderEliminar

Conta-me histórias tu também !